terça-feira, 16 de abril de 2013

Então vamos viver sem maiores preocupações, como se hoje fosse o último dia.


Aproveitemos o sol, a sombra, o vento e a chuva. Abracemos tudo e todos; vamos distribuir e retribuir sorrisos ainda que seja só com o olhar, porque a vida é curta, meu bem.

Vamos sentar na grama, ouvir aquela música calma, observar as pessoas e os pássaros; depois a gente vai para um show e pula, grita, conhece gente nova e se junta à multidão. Vamos ser felizes.

E talvez a vida seja isso de se lamentar menos e fazer mais, sempre mais. Talvez toda a tristeza que outrora eu sentia, eu a havia inventado para fugir de algo, talvez eu torne a inventá-la ou encontre-a de novo, não sei. Talvez isso, talvez aquilo.

O fato é que hoje, eu vou ser feliz e só!

Nenhum comentário:

Postar um comentário